Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

O que antes servia como principal ponto de comercialização de frutas, verduras e hortaliças, hoje sofre com o estado de abandono do poder público. A Feira do bairro Nova Brasília, em Santana, segundo mais populoso município do Amapá, há anos necessita de reformas.

Sequer pintura foi feita nos últimos tempos no local. As últimas tintas permanecem com as cores da gestão de Rosemiro Rocha, o primeiro prefeito eleito da cidade, nos anos 1990.

A situação vem deixando consumidores e feirantes sem ter para quem apelar. Com isso, os prejuízos já são contabilizados por falta de clientela.

Dorsilo Nunes de Souza: movimento caiu bastante. Fotos: Fernando Santos

Feira já foi uma das principais do município

Não é de hoje que a reclamação em virtude das condições da feira vem causando polêmica. Dona Maria de Jesus, conta que costumava diariamente comprar produtos no local e de tempos pra cá mudou a rotina.

“A gente chega no local e vê o boxe sem qualquer estrutura, aí procuro outro. Antes vinha todo dia, agora prefiro ir ao supermercado para comprar verdura”, diz a dona de casa.

Banheiros com péssimas condições para uso

E no local é fácil notar a precariedade por todo lado. Os boxes com telhados quebrados, paredes com infiltração, mato alto e tubulação sanitária exposta, estão entre os principais problemas relatados pelos feirantes.

O peixeiro Dorsilo Nunes de Souza, de 79 anos, afirma que o movimento caiu bastante, o que acaba gerando prejuízos.

“Chega a dar pena de ver que nenhum cliente vem até aqui. A gente compra nossos produtos às vezes fiado, na esperança de vender tudo, passa o dia e ninguém entra na feira. Com isso a gente fica com a dívida”, lamentou.

Mato toma conta do local e afasta clientes

A Secretaria Municipal de Obras (Semob), informou que já tomou conhecimento da situação e que planeja realizar o serviço de limpeza em toda a área.

Apesar disso, o planejamento para reforma no local está previsto para ocorrer somente ano que vem, quando um novo projeto de adequação do espaço será elaborado, atendendo, principalmente, o pedido dos feirantes.

“Já tomamos conhecimento da realidade da feira do Nova Brasília e ali vamos realizar um trabalho de limpeza. Estamos elaborando um projeto que atenda as solicitações dos feirantes e vamos buscar orçamento para readequarmos todo aquele espaço para dar mais comodidade e conforto, não somente aos trabalhadores dali, como para os clientes”, disse o titular da Semob, Juscelino Aves.⁠⁠⁠⁠

Compartilhamentos