Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Há quase 20 dias internado no Hospital de Emergência de Macapá (HE), o cinegrafista Charles Maduro, de 40 anos, baleado por um policial militar no dia 29 de julho, disse que a fila de espera por cirurgia começou a andar. Devido o retorno das cirurgias eletivas no Hospital de Clinicas Alberto Lima (Hcal), ele passou de 17º para 13º na fila de espera.

Desde o início do mês de agosto as cirurgias eletivas ortopédicas e oncológica estavam suspensas no Hcal por falta de materiais cirúrgicos. Com isso, a fila de espera de pacientes no HE aumentou.

Entre os que necessitam de procedimento cirúrgico está o cinegrafista Charles Maduro. Ele chegou a passar por uma pequena cirurgia na perna onde um fixador foi colocado.

Cirurgias foram retomadas no Hcal. Foto: André Silva

“O jeito é esperar. Tem pessoas bem piores que eu e que estão há mais tempo também”, disse o cinegrafista.

Sobre o desentendimento com o policial, ele disse que uma audiência está marcada para o dia 28, onde serão ouvidos ele, a mulher e a filha.

Retorno das cirurgias

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) anunciou que as cirurgias  retornaram no dia 7 deste mês e que os agendamentos acontecem gradativamente, conforme a disponibilidade de materiais entregues pelos fornecedores.

Compartilhamentos