Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O motorista de um Golf prata perdeu o controle do veículo em uma curva, na Rodovia JK, na zona sul de Macapá, destruiu a área de paisagismo do local e depois virou, na noite desta terça-feira (29). Testemunhas afirmaram ao portal SELESNAFES.COM que o carro era dirigido pelo deputado estadual Moisés Souza (PSC), que cumpre prisão domiciliar.

O acidente ocorreu por volta das 20h, em frente ao residencial Parque Felicitá. O Golf de placas NEV 6778 chegou a virar, mas, segundo testemunhas, o deputado conseguiu sozinho colocá-lo na posição correta.

Testemunhas afirmam que condutor era Moisés Souza. Foto enviada por moradora

Deputado teria tentado sair com o veículo depois do acidente. Fotos: Olho de Olho

Em seguida, Moisés Souza teria dado partida no carro, mas não conseguiu sair porque o carro ficou preso no canteiro central da pista.

“Eu corri para olhar, e se encontrava o Moisés Souza. Ele acelerava o carro, mas o carro já estava fumaçando. A população se juntou para próximo dele, e ele foi recuando, até que uma Strada vermelha apareceu e deu fuga pra ele. Uma viatura da PM chegou a persegui-lo”, disse Alciolene Farias, moradora do local.

A mesma moradora diz que Moisés Souza estaria sozinho no momento do acidente. Contudo, a esposa dele, Regilene Gurgel, assumiu oficialmente que estaria na condução do veículo. 

A ocorrência foi atendida pelo Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).

“Chegou uma senhora chamada Regiane Gurgel (cunhada de Moisés) e Randolfe Pinheiro da Silva, que apresentaram uma CNH pertencente a Regilene Reátegui (esposa de Moisés) informando que ela estava no volante, e teve um apagão depois de tomar um remédio controlado”, relatou o comandante do BPRE, Rondinele Marques.

“Contudo, muitas testemunhas afirmam veemente que era o deputado que estava no volante”, acrescentou.

Os nomes das testemunhas e todos os dados da ocorrência, incluindo a placa da Strada que teria dado a suposta fuga ao deputado, foram requisitados pela Vara de Execuções Criminais de Macapá no início da manhã.  

Paisagismo destruído….

O paisagista Alberico Barbosa dos Santos, dono dos vasos gigantes destruídos no acidente, disse que também viu o deputado deixando o local, e que vai responsabilizá-lo pelos prejuízos que ele calculou em R$ 14 mil.

“Se ele não vier (acertar as contas) vou ter que jogar ele na justiça. Era ele que estava dirigindo. Vi quando ele ia entrando numa Strada vermelha. Vou dar 10 dias para ele acertar comigo”, avisou.

O portal SN conseguiu falar com um dos advogados do deputado. Inocêncio Mártires informou que ainda não estava sabendo sobre o acidente supostamente envolvendo o deputado.

“Eu sabia apenas que ele foi para uma audiência pela manhã por convocação do próprio juiz. Não sei informar como foi o deslocamento dele, se foi em carro próprio ou em carro do sistema penal”, limitou-se a dizer.

Alberico Barbosa: vou cobrar dele

Moisés Souza foi preso no dia 29 de novembro, e chegou a passar cinco meses no Centro de Custódia do Bairro do Zerão antes de ser transferido para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). No dia 18 de abril, a Câmara Única do Tribunal de Justiça decidiu que ele e o ex-deputado Edinho Duarte poderiam ficar em prisão domiciliar para cuidarem melhor da saúde.

Compartilhamentos