Compartilhamentos

SELES NAFES

É grave, porém estável, o quadro clínico do policial militar Felipe Ramon Melo, de 28 anos, atropelado na tarde da segunda-feira (31) na Rodovia JK. Em coma induzido, ele passou por uma cirurgia para a retirada de coágulos do cérebro.

A cirurgia foi realizada durante a noite, no Hospital São Camilo.

“A lesão foi muito grave no cérebro e havia um sangramento que ainda persiste. A equipe médica achou melhor colocá-lo em coma para tentar apressar sua recuperação”, explicou o chefe de Comunicação Social da PM do Amapá, capitão Alex Sandro.

“As próximas horas serão essenciais para ele se recuperar. Estamos nessa corrente e pedindo a Deus para agir”, acrescentou o oficial.

Condutor passou pelo teste do bafômetro

A situação do policial está sendo acompanhada por uma médica da corporação, a capitã Nália.

Felipe Melo é noivo de uma policial militar, e está lotado no Ministério Público do Estado, no município de Santana. O acidente ocorreu num trecho urbano movimentado da Rodovia JK, em Macapá, próximo de várias instituições de ensino.

Segundo testemunhas, o militar chegou a ter o corpo arrastado pelo carro dirigido Luiz Alberto Costa Guedes, de 75 anos. O condutor passou pelo teste do bafômetro que deu negativo.

Compartilhamentos