Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Os alunos da rede pública e privada compareceram normalmente ao retorno do ano letivo nesta terça-feira (1º) de agosto. Segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seed), mais de 300 escolas do Estado e 80 do município de Macapá voltaram às aulas.

A pequena Jeane Oliveira, de 11 anos, chegou cedo e empolgada. A aluna que estava acompanhada da mãe estava ansiosa para rever os amigos da Escola Estadual Coelho Neto, no Bairro do Buritizal, Zona Sul de Macapá.

“A gente sente falta dos amigos e professores nas férias. Na semana passada eu já estava pedindo pra voltar às aulas”, afirmou a menina.

Alunos chegando na Escola Estadual Coelho Neto. Fotos: Cássia Lima

Segundo o diretor da escola, Jonilson Borges, os alunos compareceram em massa.

O índice de faltas foi de 20%, o que é considerado pequeno pela secretaria da escola. A previsão é que nos próximos dias todos os alunos voltem às aulas.

“Poucos faltaram, mas isso a gente já esperava. Essa primeira semana de retorno sempre tem um aumento de faltosos, mas na segunda semana de aulas volta ao normal”, garantiu o gestor.

Segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seed), 10 escolas passam por manutenção e tiveram que adiar a volta às aulas, a maioria do interior.

Em Laranjal do Jari e Vitória do Jari, cinco escolas recebem reparos no parque elétrico, com previsão de começarem em agosto e serem concluídos em até 45 dias.

1º dia tranquilo, diz Seed

Rotina voltando ao normal na Escola Municipal Eunice Picanço, em Macapá

No município de Macapá, a novidade é a reforma de algumas escolas, como a Maria Izabel, localizada no Bairro Novo Horizonte, Zona Norte da capital. A instituição ganhou prédio novo e salas adaptadas às necessidades de funcionamento de uma unidade educacional para crianças do ensino fundamental.

Todas as escolas devem garantir o mínimo de 800 horas e pelo menos 200 dias de efetivo trabalho escolar. A previsão dos gestores e que, se não houver grandes contratempos, o calendário escolar termine na maioria das escolas no fim de novembro e algumas em dezembro. Casos excepcionais podem ser concluídos em janeiro de 2018.

Compartilhamentos