Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A I Marcha das Mulheres Lésbicas, Bissexuais e Trans (LBT) de Macapá ocorrerá na tarde de sexta-feira (25), saindo da Praça da Bandeira até a Praça do Coco, na orla da cidade.

O evento é parte da programação do Mês da Diversidade Sexual que tem este ano o tema “Eu sinto a transfobia: pelo fim da violência e por mais cidadania”.

De acordo com a organização da marcha, iniciativas como essa objetivam dar mais força ao movimento e as encoraja a ultrapassar as dificuldades cotidianamente impostas, como o preconceito, o machismo e a rejeição.

“A busca pela visibilidade garante o empoderamento e a conquista do nosso espaço. É isto que a marcha objetiva: dar voz aos nossos anseios. Conseguimos apoio de órgãos governamentais e uniremos forças, a partir de agora, para que consigamos, por exemplo, discutir gênero nas escolas e em outros ambientes. Buscamos, dentre outros anseios, sermos mais respeitadas nas diversas áreas da sociedade e menos violentadas por conta da nossa orientação”, frisou a organizadora Ane Pariz.

Sexta da Diversidade

A Sexta da Diversidade, que ocorrerá no fim da Marcha de Mulheres Lésbicas, é tido pelo segmento como uma prévia da Parada do Orgulho Gay., que acontece no domingo (27). Começará a partir das 19h, na Praça do Coco e é organizada pela União Nacional LGBT no Amapá. Na ocasião, haverá apresentações musicais e performances LGBT. 

Foto de capa: reprodução

Compartilhamentos