Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Quatro criminosos foram mortos, no fim da tarde desta segunda-feira (28), durante troca de tiros com policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM). A maioria do bando era de foragidos do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

O tiroteio ocorreu na 21ª Avenida do Bairro dos Congós, na zona sul de Macapá, por volta das 17h30min. O grupo estava em um táxi branco. Mais cedo, policiais do BRPM avisados por denúncia anônima, já tinham começado a fazer as buscas em bairros da zona sul pelo veículo.

Táxi usado pelos criminosos que já estavam fora do carro quando atiraram contra os policiais. Fotos: Olho de Boto

Moradores na cena do tiroteio: susto

A denúncia informava que o bando, formado por cinco pessoas, pretendia realizar um assalto, e já havia passado cinco vezes em frente a um correspondente bancário no Bairro do Buritizal.

Na 7ª Avenida dos Congós o carro foi avistado. Era um táxi modelo Corsa, de placas QLN-0280, que começou a ser acompanhado. O motorista não obedeceu à ordem de parada, e acelerou, segundo a PM.

Não demorou para que o acompanhamento tático virasse uma perseguição pelas ruas da zona sul. O BRPM solicitou reforços, e o carro foi parado na 21ª Avenida, onde houve o cerco.

“Há quatro semanas um policial nosso foi alvejado, e por isso os nossos policiais desembarcaram da viatura com extrema cautela. Foi nessa saída da viatura que os tiros foram disparados em direção aos nossos policiais que revidaram à injusta agressão e acertaram os agressores. Quando cessaram os tiros o taxista abriu a porta e se atirou para fora, e vimos que também estava alvejado. Não descartamos a participação dele com o bando”, comentou o major André Luiz, do BRPM.

Revólveres sujos de sangue. No total, 4 armas

Os criminosos foram socorridos pelos próprios policiais e levados para o Hospital de Emergência de Macapá aonde já chegaram mortos.

Eles foram identificados como:

Jean Gadelha dos Santos, de 22 anos, com mandado de prisão por roubo e fugitivo do Iapen

Manoel Benedito de Souza dos Santos, de 39 anos, mandado de prisão por roubo e fugitivo do Iapen

José Maria Gonçalves de Lima Júnior, de 22 anos, foragido do Iapen onde cumpria pena por roubo 

E Erlandi Alves de Souza Santos, 21 anos. No perfil dele, no Facebook, ele se identificava como Erlon Alves, e tinha uma espécie de slogan: “Mata os polícia é a nossa meta” .

Facebook de Erlandi Alves, o “Erlon”: ameaça aos policiais

“Devido a essa associação dá para perceber pelo histórico de crimes que eles pretendiam mesmo praticar um roubo. (…) O alvo era algum estabelecimento financeiro. Todos estavam armados”, acrescentou o oficial do BRPM. 

O taxista foi levado para o HE, onde passou por uma cirurgia, e corre risco de morte. Ele não terá o nome divulgado enquanto as investigações não foram concluídas pela Polícia Civil.

Foram apreendidas quatro armas: dois revólveres  calibre 38, um revólver calibre 22 e uma pistola 380. 

Compartilhamentos