Compartilhamentos

De Oiapoque, HUMBERTO BAÍA

No último sábado (12), Oiapoque recebeu visita do cacique mais emplumado da Funai: o presidente da fundação, Franklinberg  Ribeiro de Freitas, que também é general do Exército e tem origem indígena.

Antes de ser empossado no cargo, lideranças de Oiapoque chegaram a protestar contra a nomeação. Um ano depois, ele chega a Oiapoque para entregar uma catraia e um grupo gerador para cada uma das 21 comunidades indígenas da região.

Senador Davi e presidente da Funai Franklinberg: emenda de R$ 700 mil direcionada para a Fundação do Índio. Fotos: Ascom e Humberto Baía

Grupos geradores vão tirar aldeias da escuridão

Ao todo, foram compradas 21 embarcações

Motores das embarcações

O geradores e as catraias vão tirar do Isolamento  pequenas comunidades que nunca receberam energia elétrica.

“Vamos poder produzir mais com a energia elétrica e escoar a produção através do rio com as catraias”, diz o cacique Luciano, da Aldeia do Manga.

Os geradores e as catraias foram adquiridos com R$ 700 mil de emenda do senador Davi Alcolumbre (DEM), que já tinha se comprometido com as comunidades. O parlamentar anunciou que indicou mais R$ 1 milhão para atender outras aldeias. 

“As pessoas diziam que isso (emenda) não ia sair, mas esse sonho foi sonhado a várias mãos. (…) E só foi possível porque nós lutamos para que ele se tornasse realidade. E quem não acredita que se junte com a gente pra fazermos muito mais. (…) Me disseram que não faço mais do que a minha obrigação, mas eu faço”, comentou o senador durante discurso.

Liderança entrega carta pedindo mais segurança no Rio Oiapoque

Senador e o presidente da Funai conversam com lideranças: mais uma emenda de R$ 1 milhão

Priscila Barbosa, liderança indígena em Oiapoque, também entregou uma carta ao presidente da Funai denunciando todo tipo de crimes no Rio Oiapoque, de roubos a saques em pequenas comunidades.

A entrega dos geradores e embarcações ocorreu em frente ao prédio da Funai de Oiapoque, que nos últimos anos já perdeu 8 postos em várias aldeias.

Compartilhamentos