Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O ex-assistente de oficina Eduardo Filipe Tolosa, de 20 anos, o “Sereia”, preso por furtar uma escola em Macapá, confessou o crime e tentou justificar a conduta: “tava liso”, disse ele à equipe do portal SELESNAFES.COM na delegacia de polícia.

A prisão foi feita por policiais do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) por volta das 18h deste domingo (6), depois que a equipe foi acionada por populares na Avenida Francisco Lima, no Bairro Nova Esperança.

O alvo foi a Escola Estadual Josefa Jucileide. Moradores descobriram o arrombamento e passaram a denunciar o paradeiro do criminoso. Quando chegaram ao imóvel indicado, o acusado tentou fugir, mas foi alcançado e algemado.

Policiais recuperaram objetos em duas residências indicadas pelo criminoso. Fotos: Olho de Boto

Criminoso confessou o furto, e disse que estava sem alternativa

Sereia disse que alguns objetos estavam em casas de outras pessoas, como um jato d’água da escola que ainda não foi localizado. No entanto, os policiais tiveram sucesso em recuperar uma impressora multifuncional e um monitor que estavam em outras residências. Todos os suspeitos foram apresentados no Ciosp do Pacoval com o material recuperado.

Sereia, que ostenta uma tatuagem que mistura o personagem que lhe deu o apelido a um palhaço assassino, disse que trabalhava em uma oficina. O lugar, no entanto, fechou depois que o proprietário foi assassinado, informou.

Compartilhamentos