Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O governador do Estado, Waldez Góes (PDT), relançou o programa Amapá Jovem, nesta quinta-feira (31), com novos regulamentos. O objetivo é incluir aproximadamente 10 mil jovens, entre 15 e 29 anos, com estágios, bolsas, cursos profissionalizantes nos 16 municípios.

O programa é gerenciado pela Secretaria Extraordinária de Políticas para a Juventude, que antes de relançar o programa precisou adequá-lo para ser incluído no Cadastro Único Para Programas Sociais (CadÚnico), o que garantirá transparência no processo de seleção dos jovens que serão beneficiados.

“Vamos trabalhar com jovens de até 2 salários mínimos familiar, levando cursos de qualificação profissional, rede de estágios, oficinas e empreendedorismo”, explicou a secretária da Juventude, Joelma Santos, acrescentado também que o Estatuto da Juventude passou por atualizações.

“Conseguimos reformular o programa. Os instrumentos estão criados. Queremos que esta política de Estado seja apropriada pelos jovens do nosso Amapá”, afirmou o governador Waldez Góes, durante lançamento do novo Amapá Jovem, em cerimônia em frente ao Palácio do Setentrião.

Durante a solenidade, foram assinados os decretos de criação do Conselho Gestor do Programa Amapá Jovem e a Lei que cria o Conselho Estadual de Juventude do Amapá.

O público alvo do programa, os jovens entre 15 e 29 anos correspondem a 27% da população do Amapá, segundo estimativa do IBGE.

Waldez exibe decreto que relança o programa: instrumentos criados. Fotos: Marcelo Loureiro

Os que foram selecionados terão acesso a estágios remunerados e não remunerados para os níveis superior e médio, além de auxílio material escolar e uniformização, suplementação alimentar, passe livre escolar, qualificação complementar, oficinas esportivas e culturais e treinamentos na área da comunicação.

A remuneração para estagiários varia entre R$ 280 e R$ 470, e as bolsas de transferência de renda serão de R$ 120. Os monitores das oficinas receberão  R$ 937.

Estudantes no lançamento do programa: inscrições pela internet

Quem quiser acessar o Amapá Jovem não poderá estar empregado e precisará fazer o cadastro no CadÚnico. As inscrições serão realizadas diretamente no portal do Amapá Jovem, ou em postos credenciados que ainda serão anunciados.

Os jovens poderão escolher mais de um edital, e depois da seleção e classificação deverão optar apenas por um. Contudo, a efetivação no programa só será feita depois de visitas domiciliares que comprovarão a condição informada pelo candidato.

Compartilhamentos