Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Ao todo, 30 vagas serão ofertadas para o 1ª Concurso Público da Defensoria do Estado do Amapá (Defenap). O edital já está sendo construído pela Comissão Organizadora do Concurso, mas os valores sobre a remuneração ainda não foram definidos.

Segundo os estudos, a viabilidade é de 30 vagas para o cargo de defensor de categoria número dois. Ainda não está definido o período de inscrições e nem a remuneração dos cargos.

“Já iniciamos os estudos e a construção de uma minuta do edital. O próximo passo são os procedimentos para o contrato da empresa que vai formular e aplicar as provas”, destacou a secretária de administração, Suelem Amoras.

O planejamento do governo é que o edital seja lançado até o mês de novembro. A comissão organizadora do concurso é formada por procuradores do Estado, representantes do Ministério Público do Estado do Amapá e da Ordem dos Advogados do Amapá (OAB/AP).

Regulamento

O regulamento do certame já foi instituído pelo governo. A previsão é que o concurso seja feito em quatro fases até a efetivação dos aprovados no quadro estadual de servidores, na carreira de defensor público.

As etapas compreendem uma prova escrita objetiva (1ª fase), duas provas práticas (2ª fase), uma prova oral (3ª fase), e uma prova de títulos (4ª fase).

Foto de capa: Cássia Lima

Compartilhamentos