Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Buritizal, Novo Buritizal, Novo Horizonte e Brasil Novo. A madrugada de sábado (2) para domingo (3) em Macapá foi marcada por 4 homicídios em diferentes Bairros da cidade. Em nenhuma das ocorrências, a polícia conseguiu capturar os responsáveis pelos crimes.

23h30: Novo Buritizal

O primeiro crime ocorreu nas últimas horas da sexta-feira (2), na Avenida Saúde Pimentel Canto, no Bairro Novo Buritizal, na zona sul. Márcio Nascimento Costa, de 36 anos, foi morto com seis disparos de arma de fogo por dois indivíduos que estavam em uma bicicleta.

Márcio Nascimento Costa foi morto com tiros de arma de fogo. Fotos: Olho de Boto

A vítima ainda chegou a ser atendida por uma ambulância do Samu, mas não resistiu e morreu no local. De acordo com populares, o autor dos disparos é um indivíduo conhecido como “Pato”. 

A equipe do 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM) fez buscas pela área, mas não localizou suspeitos.

0h40: Novo Horizonte

O segundo homicídio foi registrado por volta de 0h40min, no Bairro Novo Horizonte, zona norte da capital. O moto taxista Raimundo Dias Moura, de 40 anos, foi morto com vários disparos de arma de fogo em frente a um comércio, na Rua Cícero Marques de Souza, perto do local onde também trabalhava com a esposa em uma banca de verduras.

De acordo com a polícia, a vítima havia registrado ocorrência por volta das 22h da noite de sexta-feira (2) do furto de sua motocicleta da frente do Hospital de Emergências onde visitava o filho que está internado por ter sido atropelado em um acidente de trânsito.

Raimundo Dias Moura foi morto perto de onde vendia verduras com a esposa

Segundo testemunhas, 3 indivíduos teriam efetuados os disparos contra o moto taxista e fugido por uma área de ponte. Apesar das rondas realizadas na área pelo 2º Batalhão da polícia Militar (2º BPM), nenhum dos suspeitos foi encontrado.

1h20: Buritizal

O terceiro homicídio da noite foi registrado na zona sul da cidade, no Bairro Buritizal. Por volta de 1h, o morador de rua Reginaldo Viana dos Santos, de 45 anos, foi vítima de um crime brutal, na Avenida 13 de Setembro, em frente à Feira do Produtor. Criminosos bateram em sua cabeça com a coroa de uma bicicleta, deixando a cabeça da vítima dilacerada.

Reginaldo Viana dos Santos foi morto com golpes de coroa de bicicleta

De acordo com moradores, Reginaldo Viana dos Santos fazia bicos na Feira do produtor. A esposa do homem, Rosângela do Socorro, relatou que apesar dele costumar beber muito, não tinha desavenças com ninguém.

5h30: Brasil Novo

O último homicídio registrado foi do ajudante de pedreiro Vanderson da Silva Eusébio, de 22 anos. Segundo testemunhas, o jovem foi morto a facadas, quando tentava apartar uma briga na Rua Lago Verde.

A vítima bebia com familiares e amigos, quando a briga começou. Vanderson da Silva Eusébio não tinha nenhuma passagem pela polícia e, segundo vizinhos, era um rapaz trabalhador.

Jovem tentava apartar briga quando foi ferido com armas brancas por criminosos

“São mortes e mortes no Brasil Novo. Pedimos melhorias nas ruas, e na iluminação para que viaturas cheguem aqui”, desabafou o morador Cleverton Willian, sobre a situação de insegurança em seu bairro.

Compartilhamentos