Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Policiais militares do Amapá apresentaram na tarde desta terça-feira (5), no Ciosp do Pacoval, a mulher acusada de matar o marido a facadas no último domingo (3) na zona norte de Macapá. Ela estava escondida em uma residência no Bairro Jardim Felicidade I, e foi liberada depois de prestar depoimento onde confessou o crime.

Uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) recebeu informações sobre o paradeiro da acusada. Os policiais foram até a casa, e encontraram Osilene de Souza Cardoso, de 29 anos, escondida em um dos cômodos do imóvel.  

Osilene Cardoso chora durante depoimento: eu não queria machucar ele. Fotos: Olho de Boto

O crime ocorreu por volta das 7h30min do domingo, no Bairro Parque dos Buritis, também na zona norte. Na delegacia, a acusada confessou ter assassinado o companheiro dela, Luanderson Pablo Marques, durante uma briga.

“Ela disse que estava na festa e dançou com um colega da vítima. Isso culminou numa crise de ciúmes da vítima”, relatou a delegada Elza Nogueira.

Osilene Cardoso foi indiciada por homicídio, e apesar de ter confessado o crime acabou sendo liberada.  

“Não estamos dentro do prazo flagrancial (24h), então ela lamentavelmente será liberada. (…) Ela alega que foi agredida inúmeras vezes, mas não tem como provar porque nunca procurou a Delegacia de Mulheres para registrar queixa. Vamos ouvir as pessoas da convivência dela, e depois encaminhar meu relatório para a Justiça”,  explicou a delegada.

Delegada Elza Nogueira: fora do flagrante, mas indiciada

Ao portal SELESNAFES.COM, sempre chorando, Osilene Cardoso disse que não teve a intenção de matar. Contudo, ela se contradisse sobre uma suposta legítima defesa.

“Não queria fazer aquilo com ele, não queria machucar ele. Mas ele veio com muita com muita violência. Ele puxou meu cabelo e me jogou na cama. (…) Eu falei pra ele ir embora, e já estava com a faca na mão. Falei pra ele ir, mas ele não quis…”, comentou.

O casal não tinha filhos, e estava junto há 4 anos. 

Compartilhamentos