Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Secretaria de Meio Ambiente do Município de Macapá (Semam) flagrou na última quinta-feira (7) carros da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) realizando poda em árvores de diversas ruas da cidade, sem autorização. A CEA foi multada em R$ 1 milhão e tem até dez dias para recorrer.

O diretor de Meio Ambiente de Macapá, Márcio Fran, explicou que a Semam é o órgão responsável por questões ambientais do Município desde 2014. Ele esclarece que qualquer empresa ou cidadão que queira podar ou até mesmo remover qualquer árvore que esteja nas ruas da cidade, devem primeiro pedir autorização ao órgão.

O gestor disse que não é a primeira vez que a CEA faz esse tipo de serviço sem autorização prévia e que nas tentativas de pedido só informa o trecho que ocorrerá a intervenção sem identificar as árvores.

Podas em árvores que estejam na rua necessitam de autorização, afirma secretaria. Fotos: André Silva

“Antes dessa autorização sair, os técnicos da Semam precisam olhar a saúde da árvore. A intenção dessas intervenções que a CEA faz é de limpar a rede elétrica e acho até que é importante, mas para isso é necessário uma autorização para que possamos ver o tipo de poda a ser adotada”, considerou o secretário.

A equipe de fiscalização flagrou a companhia fazendo os serviços nas ruas Leopoldo Machado, Jovino Dinoá, Hamilton Silva e Av. José Tupinambá. Cerca de 100 árvores tiveram parte dos troncos cortados e pelo menos cinco foram totalmente eliminadas. Por mais que a CEA peça autorização, é preciso informar a quantidade de árvores que serão podadas e identificá-las ao órgão.

“Pior que podar e suprimir as árvores é deixar os resíduos no meio da rua fazendo com que a prefeitura assuma uma responsabilidade que não foi sequer autorizada”, enfatizou.

A CEA adiantou que está elaborando um acordo que pode ser firmado com a prefeitura e que poderá ser assinado ainda esta semana. A companhia ficou de se pronunciar sobre o conteúdo deste acordo e sobre a multa que recebeu.

Compartilhamentos