Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A prefeitura de Macapá está cadastrando produtores da Agricultura Familiar, em comunidades e distritos da cidade, para que os trabalhadores forneçam seus produtos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, sem atividade no município desde 2012.

Técnicos da prefeitura estão nas localidades realizando o recadastro e novos cadastros. Até quinta-feira (21), mais de 200 já haviam sido confirmados. O processo encerra no sábado (23).

Técnicos estão nas comunidades para cadastrar agricultores Foto: CRA

O programa consiste em estimular o pequeno agricultor por meio de compras administradas pelas prefeituras e pagas pelo Governo Federal, que doa esses alimentos para as escolas, Centros de Referências em Assistência Social (Cras), Restaurante Popular e instituições beneficentes.

Cerca de 200 agricultores já foram cadastrados no programa Foto: CRA

Cada família pode fornecer até R$ 6 mil em produtos. Cerca de R$ 500 mil foram destinados para estimular esse tipo modalidade de comércio.

“Isso faz uma grande diferença para que o agricultor sinta-se motivado, sabendo que o poder público vai comprar uma parcela da produção. Ele pode investir esse recurso em melhorias da produção, para trazer esses produtos para serem vendidos na cidade”, comentou Lucas Abraão, titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).

Todas as localidades de Macapá são visitadas Foto: CRA

Entre os produtos comercializados, estão, verduras, legumes e hortaliças. Ficam de fora as polpas de frutas e a farina de mandioca.  

A produção será escoada por meio de um barco que atende às regiões ribeirinhas e caminhão do PAA. No dia específico denominado de feira do PAA, esses produtos serão entregues direto para as instituições pré-selecionadas. 

 

Compartilhamentos