Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

O comandante do Batalhão de Operações Especiais do Amapá (Bope), tenente-coronel Paulo Mathias, anunciou uma grande operação dos batalhões mais táticos da Polícia Militar na cidade de Santana, neste fim de semana.

O segundo município mais populoso do Estado vem sofrendo com uma série de homicídios nas últimas semanas, a maioria com características de execução. Além das mortes, até o Fórum de Santana foi atacado por integrantes de uma facção que tenta se instalar no Amapá. Os dois criminosos envolvidos no crime foram mortos em troca de tiros com a PM. 

A mega operação é uma determinação do comandante geral da PM, coronel Rodolfo Pereira, que ordenou a mobilização do Bope e do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) para reforçar o trabalho que já é feito pelo 4º BPM.

Policiais observam corpo de motociclista executado em Santana no último dia 17: mais um homicídio. Foto: Olho de Boto

Junto com o Bope, o BRPM vai adotar um novo modelo de policiamento ostensivo, chamado de “força tática”.

“Queremos inibir a onda de violência que vem ocorrendo  diariamente em Santana. Entre a sexta e domingo iremos proporcionar uma relativa tranquilidade à população de Santana”, garantiu o comandante do Bope.

Paulo Mathias pediu a compreensão e a colaboração do cidadão de Santana.

“As pessoas que andem com seus documentos. Quem for parado é só apresentar e será liberado. Quem for de bem será liberado. (…) E numa reação os nossos policiais vão se defender, pois são seres humanos e representam a força do Estado”, concluiu.

Compartilhamentos