Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Entidades que representam universidades e institutos federais de todo o Brasil se reuniram com o relator da Comissão Mista de Orçamento do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), nesta quarta-feira (27), para pedir apoio dele na luta pelo orçamento das universidades.

As instituições de ensino foram representadas pela Associação Nacional dos Dirigentes do Instituto Federal de Ensino Superior (Andifes) e o Conselho Nacional de Instituições da Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica (Conif). A Unifap estava representada pela reitora, Eliane Superti. 

Além de relator na comissão, Davi também é o relator das áreas de educação e cultura no Orçamento Geral da União de 2018.

“Ele (o senador) é próximo da universidade, conhece nossas dificuldades e hoje foi quem deu um suspiro de esperança a todos nós”, avaliou a reitora do Amapá.

A garfada do governo federal é enorme. O orçamento enviado para o Senado, para 2018, é de apenas R$ 68 milhões para as universidades, uma redução de 95% em relação a 2017. Os institutos federais ficaram R$ 87 milhões.  Essa redução, segundo os reitores, inviabilizará a expansão, a reestruturação da rede de ensino superior e a aquisição de equipamentos, por exemplo. 

“Esta situação coloca as instituições em risco, em 2018. Compra de equipamento, pesquisa, manutenção do funcionamento de laboratórios, tudo está em jogo. Tenho um compromisso com a educação superior, por acreditar que este é o caminho para o fomento do desenvolvimento político de nosso país”, garantiu o senador Davi 

Reitores e senadores se reuniram na sede da Andifes. Fotos: Divulgação

Entre os pedidos está o descontingenciamento do orçamento deste ano e a revisão de repasse de capital para o próximo ano.

A reitora do Amapá explicou que 50% dos estudantes são de classes média e média baixa.

“Passamos por uma crise econômica, mas são necessárias estratégias inteligentes para manter este papel social importante que as universidades têm”, disse Davi.

Senador ao lado da reitora da Unifap, Eliane Superti (última)

Davi sugeriu articulação de emendas e disse que vai defender a recomposição do orçamento

O relator garantiu que defenderá a recomposição do orçamento para as universidades e institutos. Uma das sugestões do senador é que os reitores façam articulações de novas emendas estaduais que se somem ao orçamento de 2018.

Ele se comprometeu a fazer a intermediação com o Ministério da Educação e, como relator, se debruçar sobre as questões orçamentárias de remanejamento.

Compartilhamentos