Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) informou que vai acatar a recomendação feita pelo Ministério Público Federal (MPF) e irá suspender temporariamente a realização de festas no campus. Segundo denúncias apuradas pelo MPF, nos eventos havia venda de bebida alcoólica para menores que também faziam uso de drogas no local.

No documento expedido no dia 18  de agosto, o MPF recomenda, com base em denúncia apresentada pelo Juizado da Infância e Juventude de Macapá, que para a festas continuarem acontecendo a Unifap deve se responsabilizar pela segurança do local, pelo controle no volume de som, fiscalização quanto à permanência de menores no local, consumo de bebida alcoólica e o uso de drogas.

Enquanto os fatos eram verificados, diz a recomendação, observou-se que a instituição não possui um regulamento de eventos que norteie as manifestações culturais realizadas pelos alunos. Segundo o MPF, o que existe é “tão somente uma minuta de resolução neste sentido, que pendente de discussão e votação pelo Conselho universitário”.

Noite de festa no campus: reitoria diz que nunca houve registros oficiais de má conduta

A vice-reitora Adelma Mendes informou que acatou as recomendações do MPF e resolveu cancelar as festas porque a decisão requer que a Unifap disponha de recursos que ela não tem no momento.

Ao que concerne a segurança, inclusive com o uso de detector de metal e o controle de entrada e saída menores, disponibilidade de equipe médica e fiscalização dos eventos, “achamos por bem suspender as autorizações para qualquer evento, porque a gente não tem como se responsabilizar imediatamente pelo que eles estão recomendando”.

Contudo, ela acredita que as festas promovidas pelos acadêmicos não têm apresentado nem um tipo de prejuízo à instituição.

“Nunca tivemos nenhum registro por parte de nossa vigilância”, ressaltou

Quanto ao uso de drogas e o consumo de bebida alcoólica por menores, ela explica que o fato foi divulgado em uma rede social e que isso nunca foi comprovado.

Compartilhamentos