Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa do Estado da Assembleia Legislativa do Amapá esteve em Caiena para tratar de assuntos relacionados à situação de brasileiros que vivem na Guiana Francesa.

Na quinta-feira (26), em encontro com o cônsul adjunto do Brasil na Guiana Francesa, Afonso Nery, os deputados Raimunda Beirão (PMB), Cristina Almeida (PSB), Jaci Amanajás (PV) e Paulo Lemos (Psol), falaram sobre a possibilidade de retorno da expedição do Visa em Macapá e sobre um estudo para voltar com um voo semanal (Macapá, Caiena/Macapá).

O cônsul afirmou que, atualmente, os brasileiros vivem de uma forma mais tranquila na Guiana com relação a expedição do visa em Macapá.  

“Ficou mais difícil por causa dos ataques terroristas ocorridos ultimamente nas cidades francesas. Em relação ao voo entre as duas capitais [Macapá/Caiena], há uma solicitação do próprio Governo Francês para que esse problema seja resolvido o mais breve possível”, informou Nery. Ele explicou aos deputados como funciona o sistema político e administrativo na Guiana Francesa e a relação entre Paris e Guiana. 

Os parlamentares amapaenses também conversaram sobre a possibilidade de um acordo para que os empresários do estado possam vender seus produtos no mercado da Guiana Francesa, e pediram um acordo entre os dois países para a valorização dos costumes, raízes e tradições. Atualmente, vivem 50 mil brasileiros na Guiana Francesa, que contribuem com o desenvolvimento da região. 

Os assuntos, entre outros, serão estudados em conjunto entre os dois governos.

Compartilhamentos