Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A família de uma criança de quatro anos diagnostica com leucemia e que está internada na UTI do Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), em Macapá, há mais de um mês, está fazendo uma campanha para arrecadar dinheiro e roupas.

A criança e a mãe dela vão viajar para Belém (PA), na madrugada de sábado (21), para tratamento. A família aguarda a disponibilidade de uma UTI móvel para se deslocar do estado.

Segundo a família, os sintomas da doença começaram a aparecer quando a pequena Isabela dos Santos Catanhede tinha 2 anos. Aline Barros dos Santos, de 23 anos, mãe da menina, disse que no início a criança chorava muito por causa de dores ocasionadas por aftas.

Aline Barros, mãe da menina, pede ajuda para viajar Foto: Arquivo Pessoal

Ela disse que na Unidade Básica de Saúde, o médico que atendia Isabela receitava antibióticos para inflamação, mas a doença nunca foi notificada. Meses depois, a situação começou a piorar, segundo Aline, que conta que surgiram dores nas pernas da menina, que chorava muito.

“Ela gritava muito de dor. Já não queria comer. Aí resolvi trazer ao Pronto Atendimento Infantil (Pai) para ver o que era. Eles fizeram exames e deu que as plaquetas dela estavam muito baixas e ela fiou internada. Assim que saiu a decisão da transferência, os médicos daqui do hospital fizeram de tudo para isso acontecer”, contou a mãe.

A criança será transferida para um hospital no Pará porque o hospital Santa Marcelina, que recebe pacientes do estado em São Paulo, não tem mais vaga. Nele há 53 pacientes amapaenses internados. O hospital é referência em oncologia infantil no Brasil. Além do Amapá, ele recebe pacientes de outros estados.

A Associação de Apoio a Pacientes em TFD do Amapá propõe um pacto entre o governo do Amapá e outros hospitais pelo Brasil, para que não haja problemas em conseguir um leito para pacientes daqui.

Com a família, a associação iniciou uma campanha de arrecadação de roupas e dinheiro para custeio da viagem da família.

Para mais informações e doações, a família disponibilizou os números 98102-5980 99184-6683.

Compartilhamentos