Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Encerraram nesta quinta-feira (5), as atividades de peregrinação da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, para o Círio 2017. A programação neste ano contou com novidades, como a premiação de trabalhos acadêmicos sobre a festa, e a 3ª edição da Corrida do Círio, que não acontecia há 6 anos.

Para a próxima etapa da programação, alguns detalhes ainda preocupam a coordenação, como a necessidade de mais carros de som para o percurso da grande peregrinação, no domingo (8).

Nesta sexta-feira (6), vão iniciar as romarias. A primeira será a dos rodoviários, prevista para às 14h, saindo da Rede Amazônica no Amapá, no bairro Buritizal, zona sul de Macapá. Os carros e motos vão sair da capital em direção a  Santana, distante 17 quilômetros, finalizando no Santuário de Fátima.

Romaria fluvial vai acontecer no sábado Foto: Arquivo.

No sábado, às 7h vai acontecer a romaria fluvial, com saída do Igarapé da Fortaleza, passando por sete igrejas em regiões ribeirinhas de Santana, até o rio Matapi, em Mazagão. Haverá uma parada no Porto Norte Log, e de lá, a imagem sairá escoltada por mototaxistas e motoqueiros de clubes de motos do estado, até a Catedral de São José, no Centro de Macapá.

Padre Francisco Sorrentino pede mais voluntários com carro de som Foto: André Silva

Neste ano, a coordenação calcula que 140 mil pessoas vão participar da peregrinação da santa. De acordo com o padre Francisco Sorrentino, no ano passado, a quantidade de carros de som foi insuficiente para cobrir o evento, que recebeu 130 mil fieis. Ele faz um apelo a proprietários desse tipo de veículo, que possam colaborar com a programação, para que ajudem.

“É necessário para que o canto e as orações e as reflexões sejam ouvidos pelo povo que participa. Este ano precisamos muito disso, sabemos que está muito em cima, mas, mesmo assim, solicitamos”, pediu o padre.

A grande peregrinação vai acontecer no domingo, com saída às 7h da igreja Nossa Senhora de Fátima, em Macapá.

Compartilhamentos