Compartilhamentos

SELES NAFES, Em OFF

O deputado federal Vinícius Gurgel (PR) iniciou uma série de investidas para que a esposa, a deputada estadual Luciana Gurgel (PMB), seja candidata à vice na chapa de Waldez Góes (PDT). O governador, claro, deve jogar a decisão para o ano que vem, provavelmente no fim do primeiro semestre.

Interlocutores consultados pelo portal SELESNAFES.COM afirmam que Waldez tem 4 opções: Papaléo Paes (sem partido), a deputada federal Marcivânia Flexa (PCdoB), o empresário Jaime Nunes (PROS) e agora Luciana Gurgel.

Papaléo Paes, apesar de ser o atual vice, não acrescentaria densidade política suficiente para emplacar uma nova candidatura. Por isso, uma alternativa que estaria sendo estudada seria indicá-lo para a vaga de Júlio Miranda, que poderá se aposentar nos próximos meses como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Essa manobra manteria os laços com Papaléo e daria mais margem para outras possibilidades.

Jaime Nunes: fator que pode agregar mais apoio da iniciativa privada. Fotos: Seles Nafes

Marcivânia Flexa, por outro lado, já disse publicamente que sua prioridade é a reeleição como deputada federal por Santana, cidade onde mora e já disputou várias eleições.

Jaime Nunes é visto como um nome viável, sem máculas, capaz de agregar mais credibilidade a um perfil que tem como bandeira o desenvolvimento econômico.

Jaime já decidiu que tentará entrar na vida pública em 2018, mas o cargo a ser disputado ainda não foi definido. Proprietário do poderoso grupo Domestilar, ele também incorpora o elemento agregador, com chances de levar mais apoio da iniciativa privada para a chapa de Waldez.

Em outro cenário, Papaléo pode ser acomodado no Tribunal de Contas

Marcivânia já disse que sua prioridade é a reeleição, mas foi sondada. Foto: Central de Comunicação

Impulsionada pela força política do marido, Luciana Gurgel apareceu recentemente nessa complicada equação. Com apoio de pelo menos 6 prefeitos, Vinícius, o marido, se consolidou como paramentar de grande capacidade de articulação política em Brasília.

Apesar de estar sempre envolvido em polêmicas nas redes sociais do Amapá, Vinicius Gurgel goza de prestígio no governo Temer. Indicou e conseguiu liberar este ano investimentos altos para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

No entanto, o anúncio definitivo sobre quem será o vice só deverá ocorrer em maio ou junho.

Waldez tem opções, e tempo de sobra para decidir. Mas, quando se tem 10 partidos na base, isso nunca é fácil.

Vinícius e a esposa Luciana: recursos para investimentos de grande porte no Corpo de Bombeiros. Foto: Divulgação

Compartilhamentos