Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Alunos da Universidade Estadual do Amapá (Ueap), do curso de licenciatura em ciências naturais, fizeram um apitaço dentro da instituição na tarde desta quarta-feira (29). Eles reclamam que a sala onde estudam não tem estrutura adequada e que, para assistir às aulas, precisam se deslocar para o campus dois da instituição, que fica na Escola Técnica Graziela Reis de Sousa.

A sala atende a três turmas em turnos diferentes. Segundo os estudantes, desde o primeiro semestre do ano passado eles usam salas de outras turmas porque a central de ar não funciona.

Alunos fizeram protesto dentro da instituição Foto: André Silva

“Estamos fazendo esse apitaço para chamar a atenção do reitor para a nossa situação. Não é justo a gente sair daqui para ir para outro campus ter aula”, falou Rosa Tarsila de Assis, de 21 anos.

A estudante Silmara Brito disse que o representante de turma chegou a enviar documento solicitando a manutenção da central de ar para a coordenação do curso, mas o pedido ainda não foi atendido.

“Chegaram a consertar, mas não adiantou. É um problema que vem desde o semestre passado. Para eles, é mais cômodo mandar os alunos para o Graziela, sendo que nossa sala é aqui”, protestou a acadêmica.

O reitor Perceu Aparício disse que já acionou a empresa responsável pela manutenção das centrais. Segundo ele, o equipamento já havia passado por manutenção, mas após o conserto ela não funcionou como o esperado.

Reitor Perceu Aparício disse que situação será resolvida Foto: André Silva

“A informação da central quebrada chegou para a gente ontem no final da tarde e hoje pela manhã o setor responsável já comunicou à empresa, e acredito que até amanhã a empresa já esteja trabalhando no aparelho”, reforçou o reitor. 

Ele disse que algumas centrais já estão velhas e que um processo licitatório já foi aberto e que até o início do ano elas serão trocadas.

Compartilhamentos