Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Em apenas 4 anos de existência o Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) se consolidou com um dos mais essenciais grupamentos da Polícia Militar do Amapá. Responsável pelo policiamento nas estradas, o BPRE acaba de formar 100% de seu efetivo.

O batalhão foi criado em 2013 quando o Amapá era o único Estado que ainda não possuía essa modalidade de policiamento. O trabalho começou com apenas 70 policiais, e hoje são 112.

Com o 3º curso em 4 anos, 100% dos policiais passaram pela formação ministrada com ajuda de parceiros como o Bope, Polícia Rodoviária Federal, Samu e Corpo de Bombeiros. Essas corporações foram homenageadas nesta segunda-feira (13), durante a cerimônia de formatura de mais 29 policiais do BPRE.

“Significa dizer que quando você for abordado por um policial nosso, pode ter certeza de que ele passou por uma excelente formação, capaz de fazer com que ele aja da melhor maneira possível”, comentou o capitão Rondinele Marques, comandante do BPRE desde a fundação.

Batalhão começou com 70 policiais hoje tem 112. Fotos: Olho de Boto

ue

Capitão Marques, comandante desde o início do batalhão

Durante a formatura alguns destaques foram homenageados, como o subtenente Paulo Coelho, que depois de 30 anos de serviços prestados na PM vai para a reserva remunerada.

Outro destaque foi o capitão Meguins, 1º colocado no curso de formação.

Oficiais, comandante da PM, Rodoldo Pereira, e o secretário de Segurança Pública, Ericláudio Alencar

Subtenente Paulo Coelho: reserva após décadas na PM

Compartilhamentos