Briga entre moradoras de rua termina em morte

Cidade registra número crescente de pessoas vagando pelas ruas
Compartilhamentos

De Oiapoque, HUMBERTO BAÍA

Uma mulher foi presa acusada de matar outra mulher durante uma briga no município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá. As duas são moradoras de rua.

O homicídio ocorreu na manhã desta terça-feira (21), na orla da cidade. Leila Aparecida de Jesus, de 30 anos, natural do Estado do Maranhão, foi morta com 3 facadas por Riane Oliveira, de 43 anos.

Segundo testemunhas no local do crime, as duas já haviam brigado na noite de segunda-feira (20), e hoje, por volta das 9h, elas voltaram a se encontrar. O motivo da briga ainda não ficou esclarecido.

Riane Oliveira foi autuada em flagrante. Ao delegado de plantão, disse que “apenas se defendeu para não morrer”, e que também foi ferida com um corte no pescoço por uma lâmina de barbear.

Vítima caiu sobre um pedaço de madeira depois de ser esfaqueada. Fotos: Humberto Baía

Vítima era do Estado do Maranhão

Em Oiapoque, cresce cada vez mais o número de pessoas vagando pelas ruas, especialmente na orla. São pessoas que chegaram de várias partes do Brasil com a intenção de atravessar para a Guiana Francesa, mas acabaram sendo deportadas e acabaram ficando pela cidade.

Sem dinheiro para retornar a seus estados de origem, os grupos de pessoas então por toda parte. Muitos entram para o mundo das drogas e do alcoolismo. As brigas e confusões são frequentes.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.