Compartilhamentos

De Oiapoque, HUMBERTO BAÍA

Durante três dias, a comunidade de Vila Velha do Cassiporé, a 150 quilômetros da sede do município de Oiapoque, realizou mais uma Festa da Melancia, a 3ª edição do evento. Este ano, a safra rendeu mais de 200 toneladas.

O festejo, que começou apenas com a comunidade, este ano teve o apoio da prefeitura de Oiapoque. Na comunidade da Vila Velha são quase 100 famílias trabalhando com o plantio da melancia.

“Este ano vendemos de uma só vez, ainda no pé, três toneladas para o Rurap de Oiapoque. Só aí já garantimos o lucro e as sementes do ano que vem”, diz o agricultor João Silvestre. 

As frutas compradas pela Rurap serão doadas a famílias em risco social e escolas do município.

Agricultores comemoram a safra. Fotos: Humberto Baía

Rurap comprou 3 toneladas

Melancia movimenta a economia da região

A festa foi realizada de 17 a 19 de novembro, mês em que a safra está no limite da produção.

“Pelo menos 15% da safra fica no campo, são aquelas frutas que não desenvolveram e não atingem de 15 a 20 quilos. Uma rampa no rio para o embarque nas canoas seria muito útil pra nós”, ressaltou o agricultor Sebastião Silva.

O Incra abriu um ramal na comunidade para facilitar o escoamento da fruta.

Festival começou com a comunidade…

…e este ano teve apoio da prefeitura

Candidatas a miss

Durante as festividades, foi realizado o concurso da missa da festa, e ainda houve apresentações de bandas e grupos de dança. Nenhuma ocorrência policial foi registrada durante o evento. 

Compartilhamentos