Compartilhamentos

LEONARDO MELO

A Polícia Militar do Amapá prendeu uma família inteira acusada de tráfico de drogas. Foi durante patrulhamento na noite desta terça-feira (28), na zona leste de Macapá.

A intervenção começou quando um adolescente foi abordado por policiais da Rocam, do 6º Batalhão, saindo do “Beco do Xinguinha”, na Rua Oriosvaldo Coelho, no Bairro do Perpétuo Socorro. Ele estava com quatro porções de maconha, e admitiu que estava comercializando o produto no beco.

O menor de 16 anos indicou uma residência onde estaria funcionando a “Boca do Neném”, na Rua Amélia Dias com a Avenida Raul Clemente Paulo, no mesmo bairro. A equipe foi até o local indicado, e quando chegou viu uma mulher correndo para dentro da casa, fugindo em seguida pela porta dos fundos.

Idosa de 64 anos foi presa…

…junto com os filhos. Fotos: Leonardo Melo

Com autorização da proprietária do imóvel, os policiais iniciaram a busca por entorpecentes que logo foram encontrados dentro de um quarto. Com suspeitas de que haveria mais drogas na residência, a equipe pediu apoio do Canil do Bope, e o cão farejador Timothy fez o resto do trabalho. O animal encontrou mais drogas em um buraco no mesmo quarto.

Todas as pessoas que estavam na casa foram apresentadas no Ciosp do Pacoval por tráfico de drogas. São elas:

Josivan da Trindade, 32 anos, com passagem pelo Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) por tráfico de drogas;

Janira da Trindade, de 30 anos, também com passagem pelo mesmo crime;

Geise Lobato Trindade, 21 anos;

E Rita Lobato Trindade, de 64 anos, todos da mesma família. Dois menores de 15 e 17 anos também foram apreendidos. Uma adolescente de 16 anos foi detida por desacato.

Muita droga e material de beneficiamento

Foram apreendidas dezenas de porções de cocaína, crack e maconha, além de muita barrilha, produto geralmente utilizado para o beneficiamento da pasta de cocaína; além de tesouras, plásticos e balanças de precisão.

Todo o material estava guardado em diversas partes da residência, onde também funciona um bar. 

“(O bar) É mais uma fachada para vender drogas. O dono do bar já tinha fugido uma vez em outra batida, mas desta vez foi capturado”, explicou o tenente Cézar, do 6º BPM, referindo-se ao ex-detento Josivan da Trindade.

“Essa família está toda envolvida com tráfico, e acaba recrutando menores para ajudar. (…) As pessoas pensam que por ser uma pessoa idosa, essa senhora não estaria envolvida, mas temos informações de que ela também participa”, acrescentou o oficial.

Além das drogas, foram apreendidas muitas joias, mais de R$ 1,5 mil, e vários relógios de ouro.  

Compartilhamentos