Compartilhamentos

SELES NAFES

A família e o advogado do ex-bancário Cristian Patrick Farias da Cruz, de 23 anos, acusado de desviar R$ 300 mil do Bradesco, pediram ao portal SELESNAFES.COM a retirada das fotos do acusado, e garantiram que ele será inocentado.

Nota do editor: Apesar de estarmos resguardados pelo direito à informação, o portal SN decidiu, assim como outros veículos de comunicação, resguardar a imagem do acusado, até que a Justiça aceite ou não a denúncia contra ele.

Segundo o advogado Alexandre Pauxis, o acusado continua sendo funcionário do Bradesco.

“O banco o proibiu de entrar na agência, mas ainda não o chamaram e nem assinaram a rescisão dele. Provavelmente ainda vamos ingressar com uma ação trabalhista. Foi afastado sumariamente sem oportunidade de defesa”, explicou o advogado de defesa.

Cristian Patrick está com a prisão preventiva decretada e continua detido na 2ª Delegacia de Polícia de Santana. Ele foi preso no Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre quando desembarcava de um voo originado em Florianópolis (SC), na madrugada desta quarta-feira (22).

Segundo a polícia, ele se aproveitava da função de abastecer os caixas eletrônicos para desviar determinadas quantias, que no final somaram mais de R$ 300 mil.

Até às 10h, ele ainda não havia prestado depoimento, mas o advogado de defesa diz que ele nega qualquer envolvimento.

Ele deverá ser transferido ainda nesta quarta-feira (22) para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Compartilhamentos