Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) está fazendo um apelo a doadores que tenham sangue O- e B+. As pessoas que tenham esse tipo sanguíneo precisam comparecer com urgência para que o estoque comece a ser normalizado. 

De acordo com a direção do instituto, o aumento da demanda afetou o estoque, principalmente do O- por se tratar do tipo universal, muito usado em hospitais de emergência.

“Também é o que substitui um tipo mais raro, caso a agência transfusional não disponha daquele tipo sanguíneo de imediato”, explicou o diretor do Hemoap, Sávio Guerreiro.

Hemoap recebe em média 70 doares por dia, mas tem dificuldades para repor alguns tipos de sangue. Fotos: Aquivo/SN

O Hemoap é responsável por todo o fornecimento de sangue do Amapá. Todos os dias, em média, 70 doadores comparecem ao instituto. Uma única doação pode salvar até 4 vidas, graças ao processamento que extrai o concentrado de hemácias, plasma, plaquetas e o crioprecipitado, componentes que podem ser utilizados em diversos casos.

Qualquer pessoa entre 16 e 69 anos, que esteja acima dos 50 quilos, pode doar. Os menores precisam ser autorização dos pais ou responsáveis.

Horário de doação:

7h30min às 12h

Hemoap: Rua Jovino Dinoá, esquina com a Avenida Raimundo Álvares da Costa, Centro

 

Compartilhamentos