Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Dois rapazes foram presos neste domingo (12) depois de terem sido denunciados por populares que viram um deles portando uma arma de fogo. Na delegacia, no entanto, os dois acabaram sendo liberados após pagamento de fiança, sem precisarem passar por uma audiência de custódia.

A prisão ocorreu por volta das 18h, quando uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) da PM do Amapá recebeu informações de que dois jovens numa bicicleta estariam armados.

Os policiais estavam em patrulhamento pela Avenida José do Espírito Santo, com a Rua Turíbio Oriosvaldo Guimarães, Bairro Cidade Nova I, na zona leste de Macapá, quando foram abordados por moradores dando as características dos suspeitos.

Depois de rápida incursão, a equipe localizou os jovens e fez a abordagem. Durante busca pessoal foi encontrado um revólver calibre 38 sem munição. A arma estava na cintura de Vítor Luan dos Santos Balieiro, de 19 anos.

Vitor Balieiro alegou que havia sido vítima de uma tentativa de roubo horas antes, e que teria consegui tomar a arma do assaltante numa luta corporal.  

Jovens foram apresentados na delegacia e depois liberados. Fotos: Olho de Boto

Ele garantiu ainda que quando foi abordado pelos PMs, estava na companhia do colega procurando pelo assaltante. No plantão do Ciosp do Pacoval, os dois acabaram sendo liberados, e apenas Vitor Balieiro pagou fiança para responder ao processo em liberdade.

Neste caso, os dois não precisaram passar por audiência de custódia porque o crime foi de porte de arma de fogo de uso permitido. Se a arma fosse de uso restrito, a liberdade,  ou não, teria que ser decidida por um juiz. 

Compartilhamentos