Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Civil de Macapá vai investigar um caso de estupro de vulnerável ocorrido no Loteamento Moradas das Palmeiras, na zona norte da capital. O caso está sendo apurado na Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DECCM).

Segundo informações do Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes), a Polícia Militar foi chamada por volta das 13h desta sexta-feira (3) por uma adolescente.

Ela relatou pelo telefone que a irmã mais nova, de apenas 11 anos, estava sendo abusada sexualmente com frequência pelo padrasto sempre que este bebia. Os abusos ocorriam geralmente com o acusado tocando nas partes íntimas da menina.

A irmã que relatou o caso informou que a mãe já foi comunicada sobre o fato, mas nunca tomou providências para denunciar a situação ou proteger a filha. O padrasto é ex-detento do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), mas como o caso ainda está sendo investigado, o nome não foi divulgado.

Os policiais foram até a residência da família, mas não encontraram o criminoso. A mãe foi conduzida para a Delegacia de Crimes Contra a Mulher, e apresentada por ser conivente com a situação. O padrasto ainda não foi localizado, e pode ter a prisão decretada pela Justiça.  

Compartilhamentos