Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Apesar de terem uma visão diferente sobre o que ocorre depois da morte, os evangélicos também estiveram nos cemitérios de Macapá, nesta quinta-feira, (2), Dia de Finados. E não foram só eles.

No cemitério São Francisco, na BR-210, na zona norte da capital, os evangélicos usaram a música para pregar ensinamentos de Cristo. Eles veem a data como uma oportunidade de propagar a Bíblia.

Pessoas da Igreja Assembleia de Deus/Ministério Aliança com Cristo decidiram pregar e cantar. A concentração foi no Cemitério São Francisco de Assis.

Distribuição de folhetos das Testemunhas de Jeová. Fotos: Cássia Lima

Desbravadores da Igreja Adventista distribuíram livros

Segundo o pastor e professor Márcio Barreto Costa, de 38 anos, a proposta é divulgar Cristo.

“Somos todos filhos de Deus. Estamos aqui fazendo a leitura da Bíblia e cantando louvores. Às vezes as pessoas fazem pedidos de músicas e versículos e assim vamos pregando, acima de tudo, o amor”, destacou o pastor.

Os evangélicos passaram a manhã no cemitério. Pela tarde, a concentração será no São José, na zona sul. Mas os “assembleianos” não foram os únicos.

Pastor Márcio Barreto: somos todos filhos de Deus

Católicos participaram de missas

Os espíritas também estavam presentes com a tradicional tenda e pregações sobre vida após a morte. Fieis da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias também estavam divididos nos três pontos fazendo distribuição de panfletos.

Já os jovens Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia realizaram a doação de livros no cemitério Nossa Senhora da Conceição.

“Estamos aqui levando a palavra de Deus. Queremos dizer às pessoas que essa é uma forma de seguir o exemplo de Cristo e amar ao próximo independente de qualquer coisa”, disse o pastor evangélico, Josué Dias.

 

Compartilhamentos