CEA corta energia da Prefeitura de Santana

Compartilhamentos

Desde ontem, 1º, a Prefeitura de Santana está se energia.  A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) cortou o fornecimento do prédio por falta de pagamento. A dívida é de R$ 522.191,08, referentes a dois meses de consumo.

O prédio da prefeitura concentra dezenas de departamentos e pequenas secretarias municipais no Bairro do Paraíso. Os meses em atraso são julho e agosto deste ano. No último dia 9 de outubro, a prefeitura foi notificada de que haveria o corte, garantiu a direção da estatal que agora é controlada pela Eletrobrás após o processo de federalização. “A CEA deu todos os prazos. Está sendo cobrado apenas o valor da gestão atual. A dívida passada está sendo negociada”, informou o assessor de imprensa da companhia, Mauro Silva.

Santana é a primeira prefeitura a ter a energia cortada depois do processo de federalização.  A estatal diz que vai intensificar a política de cortes em órgãos administrativos, sejam estaduais ou municipais. Apenas órgãos de serviços essenciais serão poupados, como unidades de saúde e delegacias de polícia. A prefeitura de Santana não se pronunciou sobre o assunto.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
error: Conteúdo Protegido!!