• mulheres força tática
    Força Tática evidencia atuação feminina
  • mae-cutias
    População estende a mão para dona de casa que vende chopp nas ruas de Cutias
  • ' />

    Um poeta e o Alzheimer

    Escritor pode estar com Alzheimer e necessita fazer exames
    Compartilhamentos

    ANDRÉ SILVA

    Conhecido por versas as mulheres, o poeta Simãozinho Sonhador, de 85 anos, autor de “O ABC da Mulher” e outros livros, vive o momento mais difícil de sua vida. Em uma consulta médica realizada no dia 31 agosto a família recebeu a notícia de que ele tem 90% de chance de estar com Alzheimer.

    Simãozinho teve onze filhos. Desses, nove estão vivos. Apenas quatro moram em Macapá e com um deles, Wilson Viana, de 40 anos, é que o poeta mora. Viana contou que o cotidiano do pai é muito agitado. O escritor passa o dia querendo sair de casa para ir à rua.

    “É uma situação difícil porque ele não aquieta. Passa o dia da cozinha para a sala, e fica o dia batendo no portão querendo sair para rua dizendo que quer ir para casa dele. Ele cria as coisas, fala o que não existe. Desde ontem, comecei a dar a medicação controlada e ele está mais calmo, mas é muito difícil mesmo”, desabafou.

    Laudos apontam possibilidade de poeta estar com Alzheimer. Fotos: André Silva

    Wilson Viana conta que já desconfiava que o pai pudesse estar com a doença e quando recebeu o diagnóstico não ficou surpreso.

    “Eu tinha pesquisado na internet os sintomas e já suspeitava que fosse a doença só que quando levei ele no primeiro médico ele não deu muita bola, aí eu troquei e esse confirmou a doença”, relatou.

    Agora, Simãozinho precisa fazer dois exames: uma tomografia e uma ultrassom com contrastes do abdômen total mais os exames de rotina, que dá o valor de R$ 780.

    “Se alguém puder doar o valor ou mesmo nos levar a uma clínica para realizar os exames eu agradeceria muito pois não tenho condições em arcar”, falou o filho.

    Simãozinho em entrevista para o portal SN, em 2016. Foto: André Silva

    Para as pessoas que puderem doar o valor do exame ou puderem acompanhá-los para fazer o exame, pode ligar para o número 99126-9859 e falar com Wilson.

    O Alzheimer não tem cura, mas tem tratamento. Trata-se de uma doença degenerativa do cérebro, considerada a de maior grau da demência.

    Seles Nafes
    Compartilhamentos
    Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.
    error: Conteúdo Protegido!!