Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A taxa de desocupação no Amapá para o 3º trimestre de 2017 foi de 16,6%, o que corresponde a 60 mil pessoas. Desse total, 55,6% eram mulheres (34 mil). Os números são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE.

De acordo com o estudo, na comparação com o 2º trimestre de 2017, houve redução de 0,5 ponto percentual, e elevação de 1,7 ponto percentual quando comparado ao 3º trimestre de 2016.

No Amapá, 40% das pessoas desocupadas estavam procurando emprego há 2 anos ou mais. Na média nacional, esse contingente é de 22%.

Ainda sobre o total de desocupados no Amapá, 86,3% eram pardos e pretos, correspondendo a 47 mil pessoas de cor ou raça parda e 5 mil de cor ou raça preta, e 8 mil de cor ou raça branca.

Ocupação

De acordo com a pesquisa, as pessoas ocupadas no setor público no Amapá receberam em média R$ 3.801. Os empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada receberam cerca de R$ 1.559 e aqueles sem carteira assinada receberam em média R$ 934. Os trabalhadores por conta própria tinham rendimento médio habitual de R$ 1.296.

A massa de rendimento de todas as pessoas ocupadas ficou em R$ 649 milhões. Uma queda de R$ 31 milhões (-4,5%) em relação ao trimestre anterior (R$ 679 milhões).

Deixe seu comentário
Compartilhamentos