Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A programação do Dia Mundial de Combate ao HIV terá passeio ciclístico e teste rápido em praça de Macapá. Será o início das atividades do ‘Dezembro Vermelho’, mês de combate ao vírus causador da Aids.

Com o tema “Aids. É melhor saber!”, a programação vai iniciar na sexta-feira (1º), dia de celebração da data, com o passeio ciclístico que vai sair da Beira Rio, em frente a agência do Banco do Brasil, seguindo até a praça Floriano Peixoto, onde estará acontecendo a testagem rápida. A concentração está marcada para às 16h.

A programação é coordenada pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), em parceria com o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), prefeitura de Macapá e outras organizações.

Der acordo com SVS, no Amapá, existem 2.181 pessoas vivendo com o HIV; no Brasil, são 980 mil. O estado é a segunda capital onde há mais pessoas que se protegem em relações sexuais, segundo pesquisa do Ministério da Saúde (MS).

O estudo revelou também que o Amapá é a terceira capital onde o uso rotineiro de preservativos nas relações é maior que nas outras capitais, chegando a 63,1%.

O Sistema de informação da SVS registrou este ano 312 óbitos, mas, estes números podem ser maiores. A estimativa é de que chegue a 600. Preocupante também, segundo os órgãos de saúde, é o número de pessoas que não conhecem sua situação sorológica. Conforme o sistema, são 500, e 402 não estão se tratando. Elas sabem que têm o vírus e não estão fazendo o acompanhamento.

“É importante que as pessoas que já sabem procurem o tratamento”, alertou Aline Miranda Campos, da coordenação de IST/Aids da SVS.

Compartilhamentos