Compartilhamentos

De Santana, FERNANDO SANTOS

Em recente levantamento, Santana, distante cerca de 17 quilômetros de Macapá, aparece como uma das cidades do Amapá com maior incidência de malária em 2017.

Atualmente, segundo a Secretaria de Saúde do município, foram confirmados 3.480 casos da doença. Por isso, a prefeitura de Santana decretou situação de emergência no último dia 28.

O número de casos confirmados da doença é maior do que o registrado no ano passado, quando foram atendidos 1.355 pacientes. A zona rural concentra a maior parte dos casos.

Segundo o secretário de Saúde, ainda falta estrutura para atender essas comunidades. Atualmente, apenas a Ilha de Santana recebe maior assistência.

“A cidade ficou vários anos sem ações efetivas de combate. Agora, nossa primeira medida será adquirir materiais e equipamentos. Vamos fazer também parceria com instituições para intensificar trabalhos preventivos”, adiantou o secretário Rosivano Albuquerque.

Em exercício como prefeito, Nenê do Frango assina decreto de situação de emergência. Fotos: Fernando Santos

De acordo com o vice-prefeito, Francisco Rozivaldo, o “Nenê do Frango” (PV), que assinou o decreto quando estava em exercício como prefeito, a situação de emergência vai ajudar a captar recursos no enfrentamento da malária.

“A epidemia de malária está muito grande e tivemos os casos. Não tivemos outra alternativa a não ser decretar estado de emergência para poder resolver o problema é acabar de vez com essa praga ”, justificou.

Compartilhamentos