Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um universitário de 22 anos morreu após ser atropelado por um veículo Celta, na noite desta quarta-feira (7), por volta das 22h, na Rua Tancredo Neves, no Bairro São Lázaro, zona norte de Macapá. 

De acordo com a perícia, o carro seguia no sentido zona norte, quando colidiu a mais de 80 km contra uma bicicleta conduzida por Ronielson Borges Martins, que tentava atravessar a pista. Ele chegou a ser socorrido por uma ambulância de suporte avançado do Samu, porém, morreu a caminho do Hospital de Emergências.

Ronielson Martins cursava o 1°ano de Matemática na Universidade Federal do Amapá (Unifap). Nas horas vagas, trabalhava com o pai em uma batedeira de açaí.

A perícia constatou ainda mais de 37 metros de frenagem no asfalto, indicando que o motorista ainda tentou evitar o choque. A violência do impacto foi enorme. O teto do veículo afundou, e a roda dianteira da bicicleta foi arrancada. O jovem bateu fortemente a cabeça contra o carro.

Roda foi arrancada. Fotos: Olho de Boto

Estudante morreu no local do acidente

O motorista do Celta, Rafael Dias, de 22 anos, permaneceu no local. Ele foi submetido ao teste de alcoolemia e o resultado foi negativo.

Dias foi conduzido por uma equipe do Batalhão de Trânsito da PM até o Ciosp do Pacoval, prestou esclarecimentos ao delegado Luiz Carlos Júnior, e em seguida foi liberado para responder em liberdade pelo crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

“Em vez de efetuar a prisão de uma pessoa que causou um acidente, é melhor que ela permaneça no local para que possa ser identificada e prestar assistência à vítima, quem sabe até salvando essa vida. (…) Esse caso ainda vai ser investigado pela Delegacia de Acidentes”, explicou o delegado.

Bptran conduziu motorista até o Ciosp

Delegado Luiz Carlos: motorista precisa permanecer no local do acidente

Compartilhamentos