Governo não irá repassar dinheiro para o Carnaval

Decisão ainda não é oficial, mas portal SN apurou que decisão interna já foi tomada
Compartilhamentos

SELES NAFES

Se depender de recurso público, não haverá desfile de escolas de samba no Amapá em 2018, pela terceira vez consecutiva. Ainda não é oficial, mas o governo do Estado, maior financiador da festa, não irá repassar dinheiro para o desfile, orçado em R$ 5 milhões, segundo apurou o portal SELESNAFES.COM.

Desse total, segundo a Liga das Escolas de Samba, R$ 2,5 milhões sairiam da iniciativa privada e da promoção de eventos organizadas pelas escolas.

Internamente, no entanto, a avaliação do governo é que, além de significar um grande sacrifício para o caixa do Estado, o repasse de R$ 2,5 milhões geraria um enorme desgaste político por conta da crise financeira que amenizou, mas ainda não acabou.

Além disso, o ambiente dentro da Liga das Escolas de Samba é extremamente hostil. A presidência conduzida por Vicente Cruz, que também é secretário de Turismo do Estado, vem sendo boicotada por dirigentes das maiores escolas, apesar de ele ter sido eleito regularmente em 2016.

O último desfile das escolas de Samba de Macapá foi realizado em 2015, quando a Piratas da Batucada venceu, quebrando um jejum de 9 anos. Agora, pelo visto, é o carnaval das escolas, ainda dependentes de dinheiro público, que está em jejum.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.