Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) programa para o dia 18 de dezembro, mais um leilão, com veículos fabricados em 2008, e lances iniciais de R$ 200,00 (para motos). A maioria dos 332 veículos que serão ofertados está alienada. A expectativa da instituição é arrecadar mais de R$ 300 mil.

O Detran não informou há quanto tempo os veículos estão no pátio, mas citou a falta de licenciamento como o principal motivo das apreensões.

“Uma vez preso, contam-se os valores diários de estada do veículo no pátio, o que encarece muito o processo de regularização do bem e sua consequente liberação”, falou o diretor do Detran, Inácio Maciel. 

Além disso, para retirar o veículo, o proprietário precisa regularizar outras taxas que possam estar atrasadas, como: licenciamento, seguro obrigatório e multas, se tiver.

“Tudo isso vira uma grande bola de neve, um dos principais motivos da desistência do proprietário em recuperar o bem”, disse o diretor.

Outra situação, segundo o diretor, é o fato de o veículo estar alienado por banco, fator que pode encarecer o processo. Antes de ocorrer o certame, essas instituições são acionadas pelo Detran para tentar reaver o veículo.

“Havendo interesse em retirar e regularizar o veículo, a financeira quita o bem e recebe o patrimônio, cobrando  judicialmente a dívida do antigo possuidor do bem que não quitou os débitos”, completou o diretor.

Após o Leilão, o prazo para a entrega dos veículos estipulada pelo Detran é de trinta dias. O certame vai acontecer no Centro de Difusão Cultural Azevedo Picanço, no Centro de Macapá, a partir de 9h.

Refis 2017

Na semana que vem, o governador Waldez Góes deve assinar o decreto que determina regras para o Refis 2017. O programa prevê a negociação de dívidas, como o IPVA e taxas de serviços do Detran, o que possibilitará aos proprietários a retirada do veículo antes que o leilão ocorra. A notícia ainda não foi confirmada pelo Estado.        

Deixe seu comentário
Compartilhamentos