Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Policiais militares do Amapá prenderam um dos acusados de participar de um assalto audacioso, na noite da última segunda-feira (5), no Centro Comercial de Macapá, local onde a PM está realizando a Operação Papai Noel. Apesar do reforço no policiamento, os criminosos conseguiram roubar mais de R$ 100 mil em frente a um banco.

O assalto ocorreu por volta das 13h30min da segunda. Os dois assaltantes estavam numa motocicleta. O alvo foi uma pessoa que estava saindo de uma agência bancária na Avenida Binga Uchoa, carregando um malote com R$ 100 mil em dinheiro.

A vítima foi abordada pela dupla que, com arma de fogo em punho, anunciou o assalto. A ação foi rápida. Os bandidos fugiram levando o dinheiro que pertence a um empresário dono de um posto de combustíveis.

No início da noite de terça-feira, uma equipe do Bope conseguiu prender um dos acusados.

“Recebemos informações da equipe de inteligência da Assembleia Legislativa, e com base nessas informações nós conseguimos localizar a casa”, informou o capitão Rogério, do Bope.

Erivan Silva estava com R$ 16 mil, que seria a parte dele no roubo. Fotos: Olho de Boto

O dinheiro roubado já havia sido dividido. Uma parte, mais de R$ 16 mil, estava em uma casa no “Beco da CPA”, no Bairro do Araxá, zona sul, na posse do ex-detento Erivan Souto da Silva, de 36 anos.

“Ele não informou os endereços dos outros envolvidos”, acrescentou o oficial.

O bandido foi reconhecido pela vítima como um dos criminosos que participou do roubo. 

Equipe do Bope recebeu informações do serviço de inteligência da Assembleia Legislativa

Erivan Silva foi apresentado no Ciosp Pacoval, e já tem passagens pelo Iapen pelos crimes de roubo e tráfico de drogas.

O capitão Rogério acha que a pessoa que carregava o malote com dinheiro poderia ter adotado cuidados antes de sair da agência com o malote.

Compartilhamentos