Pressionados, vereadores tentam vencer servidores no cansaço

Estratégia é esvaziar as galerias antes da votação do orçamento e da Lei Orgânica
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Os vereadores da Câmara Municipal de Macapá decidiram segurar a última sessão do exercício de 2017. Inicialmente, a previsão era votar logo cedo, nesta quinta-feira (28), duas questões cruciais para os servidores: o orçamento de 2018 e a mudança na Lei Orgânica do Município. Até às 13h, os sindicatos e servidores estavam em peso nas galerias do parlamento municipal.

A votação ocorreria em dois turnos às 9h. Muitos funcionários da educação e saúde lotaram as galerias, mas poucos vereadores da oposição apareceram no plenário. O restante se reuniu no gabinete da presidência da Câmara.

Vereadores seguraram a votação pressionados pelos servidores

Segundo uma fonte consultada pelo portal SELESNAFES.COM, os dois assuntos serão votados ainda hoje. A intenção é deixar que as galerias se esvaziem, reduzindo a pressão. Alguns vereadores, que são da base de apoio da prefeitura, estão se sentindo acuados para votar a favor da mudança na lei orgânica que mexe com algumas categorias. 

Contudo, até às 13h, apenas cerca de 20 pessoas haviam ido embora. No momento, os funcionários estão gritando frases contra o prefeito e as mudanças na lei.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.