Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um professor morreu subitamente em um quarto de motel, localizado no Bairro dos Congós, na zona sul de Macapá. O caso está sendo tratado pela Polícia Civil como morte natural.

Moisés Antônio Tito Júnior tinha 50 anos, e era professor de geografia e história na rede municipal da capital. Atualmente, estava lotado na Escola Roraima, no Bairro do Buritizal.

Por volta das 2h30min da madrugada, o Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes) acionou a PM depois que a direção do motel avisou sobre o falecimento em uma das suítes.

Professor estava sem os sinais vitais quando o Samu chegou ao motel. Foto: Reprodução Facebook

A ocorrência foi atendida por policiais do 1º Batalhão. De acordo com a PM, que não gravou entrevista, a mulher que estava em companhia do professor percebeu que ele estava inconsciente, e não respondia a seus chamados.

Ela avisou a direção do motel, que logo em seguida também acionou o Samu. Quando os paramédicos chegaram ao motel, a vítima já estava sem os sinais vitais.

A Polícia Militar constatou que não havia marcas de violência pelo corpo da vítima. Mesmo assim, a mulher foi conduzida ao Ciosp do Pacoval onde prestou esclarecimentos e depois foi liberada. O delegado de plantão informou que ela ainda prestará depoimento no inquérito que será aberto.

A Polícia Técnica do Amapá (Politec) esteve no local, e apenas a perícia vai apontar a causa da morte. A suspeita é que o professor tenha sofrido um ataque fulminante do coração.

Compartilhamentos