Sem diagnóstico, família de jovem publicitário pede ajuda

Jovem está na UTI do hospital de Santana, há três dias.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A família do estudante de publicidade Wesley Cavalcante, de 20 anos, está aflita. O jovem está há três dias internado na UTI do Hospital de Emergências do município de Santana, e, apesar de ter o estado de saúde estável, os médicos não conseguem dar um diagnóstico.  

Wesley Cavalcante começou a sentir dores nas costas há três semanas. A família o levou ao médico, e, inicialmente, a suspeita era de que fosse problema na coluna, o que foi descartado após os exames. As dores, no entanto, continuaram.

“Ele começou a ficar pálido e teve pressão baixa. Foi liberado do trabalho e começamos com as consultas. Até agora descobrimos que o fígado estava aumentado, tinha líquidos no pulmão e abdome, e tinha umas alterações no coração”, contou a mãe do Wesley, Maria Jucilene Cavalcante, de 38 anos.

Maria Jucilene Cavalcante e o filho, Wesley Fotos: Arquivo Pessoal

Segundo ela, por causa das alterações no coração, o estudante foi internado. Ele está respirando normal, mas a grande dificuldade da família é com relação aos os exames caros solicitados, como eletrocardiogramas, ultrassons, tomografias e exames de sangues mais específicos.

“Nós queríamos tirar ele daqui, mas os médicos orientaram a gente a esperar o diagnóstico. Estamos pedindo dinheiro para pagar os exames. Todos são particulares”, disse a mãe.

A família disponibilizou conta para ajuda: Banco Itaú, agência 7944, conta  16216-8, CPF: 029.008.832-10.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.