Anúncio no Facebook coloca à venda apartamento de programa social

Imóvel no Macapaba é oferecido ao preço de R$ 10 mil.
Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Uma moradora do Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte de Macapá, anunciou nas redes sociais a venda de um apartamento no residencial. Num grupo de compra e venda no Facebook, a mulher oferece o imóvel por R$ 10 mil.

A mulher se identifica como Bruna Lima. Ela, inclusive, deixa um número para contatos sobre a venda. O apartamento foi construído com recursos do programa do Governo Federal Minha Casa, Minha Vida. A venda, portanto, é proibida segundo as regras dos programas habitacionais.

Na própria postagem, internautas questionam sobre a proibição. Uma mulher critica o anúncio e diz que está precisando de um apartamento.

A equipe de reportagem do portal SELESNAFES.COM entrou em contato com o número, mas ninguém atendeu e nem respondeu às mensagens. A publicação foi apagada do Facebook nesta segunda-feira (15).

Anúncio foi apagado nesta segunda-feira (15)

 

A denúncia da venda chegou à Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims). De acordo com a Coordenação de Programas e Projetos Habitacionais, uma equipe fará a investigação e acompanhamento do caso.

“Já estamos montando a nossa equipe para ir ao Macapaba perguntar sobre a venda. Após isso, vamos informar à Caixa Econômica Federal sobre o ocorrido. E eles que tomam as providências”, falou a coordenadora de programas e projetos habitacionais da Sims, Paulenice Silveira.

Segundo a gestora, outros casos de venda de imóveis no Macapaba já foram apurados, mas, não é comum anúncio em redes sociais. Nos casos, normalmente as pessoas querem sair de lá pelo costume e por algum tipo de custo.

“Geralmente são pessoas que moravam perto do Centro e do trabalho, e agora tem que pagar mais pelo transporte, além de gastar mais tempo. Fora isso, tem contas de água, luz e gás”, ressaltou.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.