Corpo de vítima de embarcação que explodiu é encontrado

Capitania dos Portos confirmou que embarcação realizava abastecimento momentos antes do acidente. Proprietário continua desaparecido
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) confirmou que foi encontrado na noite desta terça-feira (9) o cadáver de uma das vítimas desaparecidas durante a explosão da embarcação Rio Jordão IV, que estava atracada no Porto do Grego, em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Trata-se de uma mulher a qual ainda não teve a identidade confirmada.

De acordo com relatos de testemunhas, duas pessoas estariam desaparecidas: Josidete Porfirio de Oliveira, de 55 anos, e Ronaldo Nunes Teles, de 47 anos, o proprietário do barco que faz linha entre Gurupá, no Pará, e Santana, no Amapá. O acidente ocorreu durante a tarde, por volta de 16h40, e a explosão deixou mais sete pessoas com ferimentos leves das quatorze que estavam a bordo. 

O CBM constatou que a embarcação de médio porte continha grande quantidade de combustível inflamável e botijão de gás, o que deve ter causado o acidente. O Comandante Geral do CBM, Coronel Wagner Coelho, participou do trabalho e, apesar das vítimas, o incêndio foi rapidamente controlado e não chegou a atingir outras embarcações próximas do local. 

A inspeção realizada pela Capitania dos Portos constatou que momentos antes de explodir o barco realizava uma operação de abastecimento. Um inquérito foi instaurado para apurar as causas, responsabilidades e circunstâncias do acidente.

Foto de capa: Fernando Santos

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.