Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um detento do regime semiaberto foi morto a tiros, na manhã desta quinta-feira (11), quando deixava o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), na zona oeste de Macapá.

David André do Espírito Santo Navegante, o “DVD”, já cumpria pena há 10 anos por roubo. O homicídio com características de execução ocorreu por volta das 6h. Vários carros e motos estavam na frente do complexo esperando a saída dos internos. Num deles, um Uno vermelho, segundo uma testemunha, estavam os assassinos.

“Ele (DVD) era marcado pra morrer, e ele sempre aguardava um carro vir buscá-lo. Hoje, um Uno vermelho se meteu entre os carros, mas ninguém desconfiou de nada”, disse a testemunha.

Davi Navegante foi morto quando entrava no carro que o buscava todos os dias. Fotos: Olho de Boto

O crime foi presenciado por muitas pessoas

Quando chegou o carro que sempre apanhava DVD, os ocupantes do carro vermelho desceram o interceptaram o interno quando ele entrava no veículo. Um criminoso imobilizou o detento enquanto outro disparava. Foram pelo menos 3 tiros que mataram o interno ainda no local.

Assim como outros detentos fo regime semiaberto, DVD tinha permissão para sair durante o dia para retornar às 18h. 

O Iapen confirmou que mais de 100 presos saem nesse horário para trabalhar, é o chamado “extramuro”. 

“Já tivemos outras ocorrências, sem óbito, com disparos contra outros internos. Com certeza estudaram e estavam esperando ele sair”, comentou o agente penitenciário Fausto Jardim. 

PM acredita em acerto de contas

Outros detentos, parentes e servidores presenciaram a execução. A polícia suspeita de acerto de contas. Até o momento ninguém foi preso.

“Pode ser acerto de contas. Esse crime 157 (roubo) sempre envolve outros criminosos, mas só a Polícia Civil vai esclarecer o crime”, comentou o sargento Lúcio, do 6º Batalhão da PM.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos