Em endereço provisório, Casa do Artesão tem aumento nas vendas

Espaço está funcionando no monumento Marco Zero.
Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Turistas que chegam ao Amapá e desejam comprar uma lembrança regional, normalmente, buscam a Casa do Artesão, localizada no complexo Beira Rio, Centro de Macapá. O espaço, no entanto, está em reforma, e funcionando em endereço provisório, no monumento Marco Zero do Equador, zona sul, onde, segundo a gerência, as vendas aumentaram.

O motivo é simples: as pessoas que visitam o monumento, cortado pelos dois hemisfério ao mesmo tempo, aproveitam para levar as lembranças. Os trabalhos vêm de várias partes do Amapá, e são produzidos por artesãos dos quase 16 municípios do estado.

Visitas em novo espaço são mais constantes Foto: André Silva

“De pronto, o turista tem a chance de visitar a casa que se encontra provisoriamente aqui, e já leva uma lembrancinha, algo que traga recordação da passagem pelo nosso estado”, disse o gerente de núcleo do artesanato, Jonielson Pessoa.

A estudante de medicina Vanessa Pereira faz o curso na Bolívia e está curtindo férias no Amapá. Ela resolveu levar lembranças do estado para os amigos.

“Moro aqui perto do monumento e sempre gosto de vir aqui. Meus amigos sempre pedem para eu comprar alguma coisa para eles e acabo esquecendo. Desta vez será diferente”, garantiu a estudante.

Estudante Vanessa Pereira levou lembranças para os amigos Foto: André Silva

A Casa do Artesão funciona de terça a sábado, de 8h às 17h30, em uma sala no monumento Marco Zero do Equador.

 

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.