Em Macapá, partidos de esquerda preparam vigília em defesa de Lula

Praça da Bandeira será o local onde os apoiadores do ex-presidente acompanharão os desdobramentos da decisão do TRF4
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Organizações políticas de esquerda em Macapá iniciarão a partir da próxima terça-feira (23), uma programação de vigília em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, a partir das 17h, na Praça da Bandeira, no Centro da capital amapaense.

O evento ocorrerá na maioria das capitais do Brasil e é promovido por partidos e movimentos como o Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) e União Nacional dos Estudantes (UNE).

Lula será julgado na quarta-feira (24), em segunda instância, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Na sessão, a sentença do juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, será confirmada ou não no Tribunal.

Movimentos preparam mobilização para terça (23). Fotos: reprodução

Segundo o presidente do diretório estadual do PCdoB Amapá, Luiz Pingarilho, a decisão do TRF4 pode comprometer o processo democrático no país e está acima das avaliações político partidárias. 

“Penso que a possível condenação do ex-presidente Lula sem provas é tirá-lo da disputa presidencial deste ano é um risco pra democracia. Penso que a decisão de um Tribunal de Justiça deve ter por base apenas o que consta nos autos do processo e fazer valer a lei. Qualquer sentimento político partidário de quem quer que seja num julgamento como esse seria injusto e criminoso. No dia 24 a justiça vai estar em xeque: como condenar alguém’ sem provas e apenas por convicção?”, afirmou o dirigente político que também é advogado.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.