Equipes retiram entulhos e proíbem novas ocupações em área de incêndio

Um dos objetivos era também desobstruir o canal natural de água da área de ressaca
Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Equipes da prefeitura de Macapá e do governo do Estado retiraram mais de 11 toneladas de entulhos do local onde 11 residências foram destruídas em um incêndio no fim do ano, no Bairro do Beirol, na zona sul de Macapá.

O serviço de limpeza ocorreu no último sábado (6), na área de pontes da Passarela Vasco da Gama. O trabalho envolveu funcionários e equipamentos das secretarias de Obras e Manutenção Urbanística, além da Secretaria de Transportes do Estado (Setrap), Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

A maior parte do entulho era formada por restos de geladeiras, fogões e telhas, além, é claro, de muita madeira. Todo o material foi levado para o aterro sanitário do município, na BR-210.

Enquanto ocorria o trabalho de remoção, militares repassavam orientações aos moradores sobre a reconstrução das moradias. Quatro famílias receberam permissão para reconstruir os imóveis em locais onde há condições para habitação, e o restante foi incluído no programa de aluguel social da prefeitura. A maior parte da área está impedida de receber novas ocupações.

Funcionários recolhem parte de casa destruída pelo fogo. Foto: Gabriel Flores/PMM

Máquinas da prefeitura e do governo do Estado retiraram mais de 11 toneladas

Além da limpeza, o objetivo era desobstruir o canal natural.

“Essa é uma área de ressaca, uma ocupação, e entendemos que era necessária a limpeza imediata para não causar problemas futuros, como enchentes no inverno amazônico”, ressaltou o secretário de Manutenção Urbanística da prefeitura de Macapá, Claudiomar Rosa.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.